A VIAGEM IMPOSSÍVEL

Lorem ipsum dolor sit amet

Nam luctus nulla at accumsan interdum. Nam risus lacus, porttitor non dapibus ut, aliquet elementum enim. Nam interdum ultrices odio et ultrices. Praesent tortor libero, dapibus sit amet placerat id, ornare eu dolor. Nunc bibendum ipsum eget turpis pulvinar imperdiet. Maecenas gravida risus nec dolor pharetra faucibus. Maecenas ut neque eget est convallis porttitor at eu justo. Suspendisse pretium consectetur condimentum.

Em 1955, seis estudantes saíram de Londres em dois Land Rovers para uma épica expedição rumo ao desconhecido. Seu destino era a Singapura e seu troféu um lugar na história. Um dos integrantes da equipe, Tim Slessor, compartilha suas memórias de como a viagem se tornou uma realidade.

Lorem ipsum dolor sit amet

Nam luctus nulla at accumsan interdum. Nam risus lacus, porttitor non dapibus ut, aliquet elementum enim. Nam interdum ultrices odio et ultrices. Praesent tortor libero, dapibus sit amet placerat id, ornare eu dolor. Nunc bibendum ipsum eget turpis pulvinar imperdiet. Maecenas gravida risus nec dolor pharetra faucibus. Maecenas ut neque eget est convallis porttitor at eu justo. Suspendisse pretium consectetur condimentum.

Seria uma das viagens por terra mais longas da história: percorrendo metade do mundo, do Canal da Mancha até a Singapura.

Como estudantes, não tínhamos dinheiro, carro, nem nada.

Como tudo em Cambridge nos anos 50, a ideia nasceu tarde da noite, tomando um café. Eu fui até o quarto de Adrian Cowell para tomar algo; quando ele começou a sonhar - em voz alta. E se a gente montasse uma expedição para ir de carro até a Singapura? Loucura? Talvez. Mas por que não? Afinal, isso nunca havia sido feito. Poderíamos ser os primeiros.

Pegamos um atlas. Rabiscamos uma rota. Estimamos a quilometragem e o consumo. Falamos nisso até quase de manhã.

E foi mais ou menos assim que a expedição nasceu, ou mais precisamente, foi concebida.

Lorem ipsum dolor sit amet

Nam luctus nulla at accumsan interdum. Nam risus lacus, porttitor non dapibus ut, aliquet elementum enim. Nam interdum ultrices odio et ultrices. Praesent tortor libero, dapibus sit amet placerat id, ornare eu dolor. Nunc bibendum ipsum eget turpis pulvinar imperdiet. Maecenas gravida risus nec dolor pharetra faucibus. Maecenas ut neque eget est convallis porttitor at eu justo. Suspendisse pretium consectetur condimentum.

A equipe estava formada antes que nos déssemos conta disso. O primeiro a embarcar na aventura foi o câmera Antony Barrington Brown (sempre conhecido como BB). O próximo foi Harry Nott, secretário do Clube do Automóvel da Universidade. Depois veio Pat Murphy, navegador e diplomata para obter nossos vistos de entrada.

E aí tivemos a ideia de recrutar alguém de Oxford: pensamos que se conseguíssemos os dois carros, poderíamos pintar um de azul claro e o outro de azul marinho. Isso geraria um interesse da imprensa que multiplicaria em muito nossas chances de arranjar um patrocínio.

Lorem ipsum dolor sit amet

Nam luctus nulla at accumsan interdum. Nam risus lacus, porttitor non dapibus ut, aliquet elementum enim. Nam interdum ultrices odio et ultrices. Praesent tortor libero, dapibus sit amet placerat id, ornare eu dolor. Nunc bibendum ipsum eget turpis pulvinar imperdiet. Maecenas gravida risus nec dolor pharetra faucibus. Maecenas ut neque eget est convallis porttitor at eu justo. Suspendisse pretium consectetur condimentum.

Alguns enviados foram até o Outro Lugar. E voltaram com Nigel Newbery, que se tornou nosso responsável por provisões e segundo mecânico. Adrian, que havia tido a ideia inicial, já ocupava o papel de "coordenador geral" - caixa, financeiro e secretário. Agora, primeiro por carta e depois com uma visita a Birmingham, ele se concentrou em convencer a Rover Company de que éramos capazes de realizar uma viagem que, de acordo com algumas pessoas, era praticamente impossível.

Mas, como Adrian argumentou, se conseguíssemos superar as expectativas e realizar a primeira viagem "por terra até a Singapura", então a publicidade que isso traria à Rover seria, no mínimo, considerável. Alguns dias depois, a Rover escreveu dizendo que eles haviam entendido a lógica por trás da proposta de Adrian. Comemoramos como se não houvesse amanhã!

IBAMA-Proconve_PND-device_desktop-70x70
Na cidade somos todos pedestres.


Jaguar Land Rover Limited: Registered office: Abbey Road, Whitley, Coventry CV3 4LF. Registered in England No: 1672070

Os números referentes ao consumo de combustível são resultado de testes oficiais do fabricante em acordo com as leis da UE, possuindo função puramente comparativa. O consumo efetivo de um veículo pode diferir dos alcançados em tais testes.