Sobre os Cookies neste site

Utilizamos cookies para aprimorar ainda mais a sua experiência em nosso site. Consulte nossa Política de Privacidade e Cookies para obter mais informações. Ao usar nosso site, você concorda com o uso de cookies.

ATUALIZAÇÃO DO NAVEGADOR

Detectamos que você não está usando a versão mais atual do seu navegador. Atualizando para a versão mais recente do Internet Explorer, você poderá ver e utilizar este site da maneira que planejamos, e sua navegação na internet ficará mais segura, pois o navegador estará atualizado de acordo com as mais recentes normas de segurança.

LAND ROVER DEFENDER: NASCIDO PARA DESBRAVAR.

LAND ROVER DEFENDER

NASCIDO PARA DESBRAVAR.

    • O ano é 1947: o Reino Unido sofria com os impactos do pós-guerra e se reconstruía pouco a pouco. Foi nesse contexto que Maurice Wilks, diretor de engenharia da Rover e também agricultor, teve uma ideia inspiradora: criar um veículo capaz de fazer a diferença na vida de todos que se sentassem ao seu volante. O objetivo inicial era atender às necessidades dos agricultores britânicos da época, oferecendo um carro acessível e incansável. Mas quando o primeiro esboço do que viria ser o Land Rover Series I ganhou vida e foi revelado ao mundo em abril de 1948, no Salão do Automóvel de Amsterdã, ninguém saberia dizer que começava ali uma história única no mundo automotivo: a do Land Rover Defender.

      “O veículo mais versátil da Grã-Bretanha – o Land Rover. Para o fazendeiro, o camponês e para uso industrial geral.”

      Texto que constava na placa do estande da Land Rover no Salão do Automóvel de Amsterdã em 1948
      Logo depois, em agosto do mesmo ano, as máquinas começaram a rodar na fábrica de Solihull e os primeiros Series I foram para as ruas. O sucesso foi tanto que, no segundo ano completo de produção, foram fabricados quase 16 mil modelos e, até 1954, já havia 100 mil veículos desbravando os mais diversos terrenos – e contrariando a expectativa de vendas de apenas quatro dígitos por ano.

      Desses primeiros modelos, alguns tiveram destinos que ainda podem ser lembrados: o 100º Land Rover, por exemplo, foi montado exclusivamente para o Rei George VI, e quase dois mil Series I saíram da fábrica diretamente para uso do exército britânico, a pedido oficial. Mal havia nascido e já começava a tomar o mundo da forma mais extraordinária: garantindo resistência, segurança e confiança a todos aqueles que o dirigiam.

      No fim das contas, foi essa essência de servir a objetivos maiores, inerente ao Series I, que o fez receber o nome de Defender posteriormente, em 1989. Mas essa história continua na próxima página: clique no botão abaixo para continuar lendo sobre a história do Defender.